sábado, março 25, 2006

Carrego teus odores

Carrego teus odores em meu regaço,
O hálito de teu corpo em minha mão,
Na vida de teus beijos me desfaço
No antro que há-de ser minha perdição.

Os sons que guardo, louco, neste espaço
Cavernoso e pulsante – o coração –
São como imagens eternas que abraço
Na resguardada esperança da ilusão

De te possuir um dia, outra vez,
Com todos os sentidos que me atam
às amarras do sonho já desfeito.

Há nas relíquias, ainda, a altivez
Das palavras que me ferem e matam
A esperança que alimentava o meu peito.

joão lopes

8 comentários:

Mim disse...

Belíssimo!

Anónimo disse...

Beijo JL

Alma disse...

Muito bonito.
Beijoca

Zel disse...

Senão sabem o que fazer no próximo sábado dia 1, que dizem desta......

A ideia

Vejam que já são os "corajosos"

Os Inscritos


Também , há opiniões, que devem ser respeitadas


o Reforço

Eu que ando mortinho por conhecer.tanta gentinha...

Grande abraço....aparece

aprendiz de viajante disse...

... simplesmente LINDO!

Um bjo

Para ti disse...

"Na vida de teus beijos me desfaço"...
Não dogo mais nada...
Para ti um beijo, João

blue note disse...

Trago-te a palavra que diz

que o amor

para ti estará sempre à tua espera.

Sorri João Meu Doce Amigo...
por ti estarei sempre no abraço que te dou
no beijo que te deixo.

blue note disse...

Espero que o teu sorriso aí veja o que te trago...

Beijo João LINDO