domingo, abril 02, 2006

De onde vem a amargura

De onde vem a amargura que devassa
O adocicado palato do alento
Que sinto esvair-se e sai, pela vidraça,
Dos frios olhos, na chuva do tempo

Que a vida é? O cansaço perpassa
Pela janela clara do violento
Rosto que é o meu, jazendo sem graça
Ao sol, à chuva, às agruras do vento:

Gelado e forte, faz dobrar os sinos;
Clamam, alto, pelo nome de quem ama
O leito agreste e frio onde se acalma

A dureza implacável dos meus hinos;
Porque arde o fel na boca e amarga a chama
Que trago em remoinho na minh’ alma?

joão lopes

14 comentários:

Silêncios disse...

Sim ...de onde vem a amargura que corroi a alma do mais incauto...?
Fica um beijo...

aprendiz de viajante disse...

arrepiantemente belo!!!

Um bjo JL

blue note disse...

Ups... Sinto as tuas palavras atravessarem o meu coração e o calafrio que me entristece tanto. "o violento rosto que é o teu"..."jazendo sem graça".
.
.
.
João sorri Doce João. Transforma esse fel na força que te levará a transpor montanhas. E quem do teu lado estiver será bem vindo... Os outros? Sacode as gotas de orvalho em tua pele... verás que te sentirás mais leve...

O meu beijo o meu abraço o sorriso que espero ver em ti ao dobrar a esquina.

Alma disse...

"de onde vem a amargura"?
Aquela que eu sinto, não sei.
Este espaço é lindo, até um dia...beijo

clotilde disse...

Não deixe a morgadinha ir embora

http://amorgadinha.blogspot.com/

Alma disse...

Bom dia, boa tarde ou boa noite:)

miosotis disse...

Jl, voltei para ler alguns dos poemas!

A tua amargura (se não é só de poeta) é profunda e enraizada! Sei o sabor...

E não tenho palavras "vazias" para te dizer... pq me assemelho mt ao teu sentir no desacreditar as coisas, os sentimentos...

bjs em cor de miosotis [com carinho]

Nota - Deixei ontem/hoje, um comentário em "Quisera um dia"!

Tudo no poema e na imagem me atraiu. Gosto mt do q escreves! Meu sentir verdadeiro!

Poesia Portuguesa disse...

Olá, JL. Espero que não te importes de te ter levado daqui um poema. Algum inconveniente, diz, que o retirarei de imediato.
Abraço e bom fim de semana :)

aprendiz de viajante disse...

Jl venho te pedir desculpa por ainda não ter cumprido o prometido... mas não me esqueci, até já escolhi o poema...

Um grande bjinho para ti e bom Domingo!

JL disse...

Olá Poesia,

Não só não me aborreço que tenhas vindo buscar um poema aqui, como me sinto muito lisonjeado com isso.
É para mim muito gratificante que tenhas escolhido um poema meu para figurar aqui no teu espaço tão bonito.
Ademais, um poema deixa sempre de ser um exclusivo de quem o escreve quando é sentido por quem lê. Um beijo e obrigado!

JL disse...

Wicca

Será para mim uma honra e, por conseguinte, caberá a ti decidir quando ao dia e ao poema eleito.
E eu é que agradeço toda a amabilidade que tens em partilhá-lo com os teus visitantes.
Que seja um poema que te toque. Apenas e só :-)

Obrigado

Maria Costa disse...

Bonito soneto.

Um beijinho, JL.

aprendiz de viajante disse...

JL

Já está... espero que gostes!

Bom dia para ti e um bjinho

Mata Hari disse...

Lindo! O desafio foi aceite vim visitar te e adorei o que li. parabens