quarta-feira, agosto 01, 2007

Cada um tem um caminho!

Nuns o Mundo apetece
volta-se e rebola
brinca com os sentidos...

ferve e arrefece.

E o caminho é colorido
da cor toda das palavras...


Outros escolhem outro mundo
e as frases por dizer...
palavras quase ditas, murmuradas

segredos guardados... fundo

bem no fundo dos seus olhos
à espera do momento...


E alguns... provavelmente poucos,
descobrem em si mesmos

fantasias e loucuras
os rastros breves de outros,

em suaves pressentimentos
e adivinhas desvendadas.


Os caminhos são pedaços,
breves trechos de mil vidas...
cada um escolhe o seu

e caminha nos seus passos.

quando o fim se faz de novo
outra linha do caminho...

11 comentários:

Um Ar De... disse...

Andava ansiosa por uma actualização deste blog.

O poema convida à inrospecção.
Serei, provavelmente daqueles "provavelmente poucos"?
No entanto, como desejava ser dos primeiros...
Obrigada pela inspiração!
Bj e boas férias

Carmen disse...

tão bonito, que me é impossível "acrescentar" seja o que for!!
Beijos

J.G. disse...

Muito bonita esta reflexão em forma de poema.
palavras simples para pensamentos mais profundos.

Nem sempre todos podem escolher o seu caminho. Mas. chegado este ao fim...de novo se fará caminho, não é?

Um abraço e a certeza de que por aqui se faz boa poesia, embora eu náo seja ninguém para o afirmar de modo a não ser questionado.

Até breve!

jorge G.

dacasadamathilde disse...

pensamentos profundos em palavras simples.
beijinhos

C Valente disse...

caminhos são pedaços,
breves trechos de mil vidas...
tanta verdade contida
saudações amigas

Anónimo disse...

eu e pedro lopes do site www.luso-poemas.net estamos a pensar fazer uma antologia 100 autores, 100 poemas pela ecopy. Neste projecto cada autor participa com 1 texto. O unico custo que terá é comprar 1 livro, ou seja terá o preço de 12 euros. é um livro que pode estar em qlq loja que qualquer autor arranje para além das muitas lojas onde está presente, pensei em o convidar, se quiser será um prazer:)
pode responder para pedro_lopes777@hotmail.com
abraço

Meg disse...

E eu sem saber de nada! Imperdoável!
E gostei muito de ler e reler, bem devagar, este teu poema.
Porque me tocou.
Um abraço e um pedido... dá-nos mais poemas.

Meg disse...

De férias agora, e com mais tempo, passarei para saber de ti.
Sempre à espera de te ler de novo.
Com carinho, um abraço

Um Ar De... disse...

Reforço o pedido da meg: dá-nos mais poemas, ou tens que ler os meus (e morres de tédio).

Anónimo disse...

Muito profundo este poema...
São, realmente, as nossas escolhas que vão construindo, dia após dia, as nossas escolhas...
Gostei muito!Obrigada.

Anónimo disse...

Repito:
Muito profundo este poema...
São,realmente, as nssas escolhas que vão construindo, dia após dia,a nossa ViDA.
Gostei muito! Obrigada.