quinta-feira, julho 13, 2006

Entre o céu e o inferno

P’ra lá destas montanhas está o mar,
P’ra além daquele céu, a eternidade;
O meu amor p’ra lá do longo amar,
Além de tudo isto: a saudade.

P’ra lá do receber existe o dar;
O meu sonho longe da realidade;
O meu amor p’ra lá do desejar;
O meu ser aquém da felicidade.

P’ra lá da minha alma, o ser amado,
Além desta ilusão: a vida dura,
Longínquo do finito — o ser eterno!

Aqui estou, só; o horizonte afastado.
P’ra lá deste caminho, a sepultura;
Longe daquele céu — o meu inferno!

joão lopes em 1989

4 comentários:

Pluma disse...

Lindo...
Adorei. Beijo JL

Silêncios disse...

Magnifico...como tudo por aqui...

Silêncios disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Maria P. disse...

Magnífico, gostei mesmo.
Beijinho de Maio.