domingo, fevereiro 21, 2010

Fado dos passos trocados

Este é um fado brejeiro

é um fado malandro

um fado bandido.

Este é um fado que pede

os corpos dançando

se danças comigo.


Encostas o rosto no meu

segredas baixinho

palavras, rastilho.

Acendes-me o fogo subtil

que pede carinho

que pede sarilho.


É um fado de água na boca

de sede tremenda

e fome tamanha.

São passos de dança trocados

paixão sem emenda

é riso e é manha.


Acaba-se a música enfim...

e fica nos dois

um fogo que arde.

E a letra que ambos cantámos

fica p’ra depois

ou nunca ou mais tarde.


Fica no ar o desejo

um fado bandido

se danças comigo.

Levo guardadas em mim

palavras, rastilho

que pede sarilho.


Durmo, sonhando febril

e fome tamanha

é riso e é manha...

E lembro depois este fado

há um fogo que arde

ou nunca ou mais tarde.

1 comentário:

um Ar de disse...

:)
Quase que ouço a música...
.
[Beijo...@]